Gestor de mídia social: uma nova profissão

Desde que comecei a fazer pós em comunicação hipermídia, há cerca de um ano, participo de conversas sobre o fato de a revolução da web ter gerado uma nova profissão: o gestor de mídias sociais. Com a ampliação da mídia produzida pelo próprio consumidor e a necessidade das empresas participarem das conversas dos seus clientes no mundo online, a carreira desponta como uma das mais promissoras. 

Para desenvolver esse trabalho com eficiência, esse profissional tem que conhecer um pouco sobre marketing, relações públicas, tecnologia, jornalismo online, técnicas de SEO (marketing de busca) e por aí vai. Não precisa ser expert, mas deve uma boa noção sobre cada um dessas áreas. Eu sinto isso na pele. Ao estudar para entrar de fato nesse segmento, senti muitas dificuldades, como não ter uma noção de HTML, por exemplo. Não preciso saber programar, mas tenho que ter uma idéia para poder solicitar um trabalho e gerir um projeto adequadamente.

O jornalista Rodrigo Afonso aborda esse tema em matéria da Revista ComputerWorld  desse mês. O salário não é ruim. Veja a tabela de remuneração que o Rodrigo incluiu na reportagem. A Tecnisa, caso de sucesso frequentemente citado quando o assunto é web 2.0 e uma das primeiras empresas brasileiras a criar um blog corporativo, foi também pioneira em ter um profissional cujo cargo é gestor de redes sociais. Quem desempenha essa função por lá é o Roberto Loureiro, um dos entrevistados da matéria.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s